terça-feira, 11 de dezembro de 2007

Fazendo tudo certo

O gaúcho Rodrigo “Pedra” Dornelles vem trilhando um caminho próspero há longos 15 anos de surf profissional. É verdade que não deixou grandes registros no cenário nacional, como o Léo Neves que foi bi-campeão brasileiro ou o Adriano Mineirinho que foi o mais novo campeão Junior da história da ASP. Mas isso não é problema para um surfista que aprendeu a surfar nas ondas ruins do Rio Grande do Sul e hoje tem uma bonita “linha australiana”, como ouvi de um influente profissional com mais de 20 anos de surf. Assim como esse profissional, a imprensa brasileira curvou-se ao estilo radical e poderoso do tímido Rodrigo Dornelles, como a chamada do globoesporte.com, “Rodrigo Dornelles brilha e avança em Sunset”, então estamos em meio a uma apresentação IRADA de um surfista tranqüilo, que encara o surf com seriedade e profissão e dá seu sangue pela causa.

Tudo bem que o Pedra não tem a perfeição do Slater, o go for it do Curren, ou aquela gana competitiva do Andy Irons. Mas estes caras são legítimos gênios do surf. Mas o Pedra tem um surf fluido, sem firulas desnecessárias (na minha opinião), com uma quantidade de água levantada a cada manobra que é absurda. Uma profundidade irada nos tubos, uma verticalidade e elasticidade insanas em suas manobras, seu surf está mais radical do que nunca, suas apresentações são de gala e constantes e os resultados, conseqüência desse foco. Isso tudo o transformou no principal nome competitivo do surf brasileiro, na temporada 2007, deixando muito gringo babando e de olho arregalado, pois além do cara ser o brasileiro mais bem colocado no WCT hoje (faltando apenas a última etapa em Pipeline, ocupa a 17ª posição ao lado do Léo Neves e na frente de muitos “nomes” gringos do surf mundial), Pedra finalizou o WQS na 3ª COLOCAÇÃO, atrás apenas de dois gênios da nova geração, Jordy Smith e Dane Reynolds, ou seja, pra um cara de 33 anos que voltou esse ano para o Tour e compete consecutivamente nas ondas ruins do WQS e nas perfeitas do WCT, sem descanso, sem frescuras, sem estrelismo fajuto, apenas com o surf radical, muita garra e amor ao que faz!

Certa vez, Pedra falou em entrevista que "As competições surgiram ao natural. Nunca pensei que fosse virar surfista profissional, era mais para brincar na praia”, até que a diversão está rendendo frutos maravilhosos. O Pedra é assim, um cara simples, tímido, do bem, vindo das péssimas ondas do sul do Brasil, Pai da linda Yasmim, que está se superando cada vez mais, sanando suas dificuldades, vencendo a timidez, aplicando garra e raça nas apresentações e trazendo os resultados, que são o mais importante na carreira de um surfista profissional, tal como de sua torcida e estes resultados nos dão esperança de outros melhores ainda a cada vez que ele está na água. Um brother de surf radical e poderoso, que ainda tem muito para escrever na história do surf brasileiro e principalmente mundial.

Ah, lembrei de uma coisa: No início do ano, quando o WCT começou, entrei no jogo virtual da revista americana Surfer, onde escolhemos um “time” entre os Top 45 a cada etapa e com eles pontuamos, concorrendo a prêmios e tal. Nas médias de escolhidos, o Slater sempre foi o mais escolhido (óbvio, americano e 8x campeão do mundo) e o Pedra, o menos. Isso me doeu tanto, mas TANTO, que desde a primeira etapa tenho o Pedra como principal surfista da minha equipe e apenas ele e o Kelly Slater não saíram do time e jamais me decepcionaram! E seu “valor” no jogo passou de míseros 2500 no início da temporada, para 9500 hoje!!! Pro game da Surfer, o Pedra vale mais que o Bruce Irons, por exemplo. Para mim, o Pedra vale MUITO MAIS que o Andy Irons!!!

Pedra, boa sorte irmão, que tudo de melhor te aconteça no surf, pois tu és merecedor! Boa sorte e muito sucesso SEMPRE!!! E saiba que é com muita honra que carrego o "Pedra" como apelido de alguns amigos, devido a semelhança dos cabelos ruivos, rsrs.

Pra quem curte o Pedra, seus feitos pelo surf brasileiro e principalmente o cara irado que ele é, criei seu “perfil” no Wikipedia e também uma comunidade o homenageando no Orkut. Entrem, confiram e participem.

Wikipedia: http://pt.wikipedia.org/wiki/Rodrigo_Dornelles

Orkut: http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=42719423

Aloha e altas ondas!

WCT: O link do Billabong Pipemasters está ativado, porém Netuno esqueceu de soprar o swell pro North Shore por enquanto. Mas assim que as ondas entrarem, o maior espetáculo do surf mundial vai bombar e graças a tecnologia, poderemos assistir onda a onda ao vivo. Clique em http://www.billabongpro.com/pipeline07/index.asp e acompanhe.

5 comentários:

Giovanni Mancuso disse...

Parabéns Igor! Gostei do que vi. Vou divulgar lá no Tracks.
[]s
GM

Lohan disse...

Pedra não teve um começo de ano feliz, porém, da metade do ano para cá, vem conseguindo resultados razoáveis.

Lohran.

Lohran disse...

Esqueci o "R" no meu nome.

Lohran.

tora disse...

estaríamos chegando a "Idade da(o) Pedra"??? Tomara pois ver o estilo do guri é um colírio.

Boas onads, Tora

Caio disse...

parabéns

não é o estilo de surf que eu gosto de assistir
mas o cara é mt empenhado e parece render mais um pouco antes da aposentadoria como surfista
afinal, ele não é mais nenhum garoto

e foi legal demais vê-lo eliminando jordy smith e sunny garcia. Caras q destroem em sunset